08 maio 2011

FALA BAIXINHO, NO MEU OUVIDINHO...

" E no meio de tanta gente eu encontrei você. Entre tanta gente chata, sem nenhuma graça, você veio.."

"Hoje eu sou feliz e canto. Só por causa de você. Hoje eu sou feliz, feliz, e canto. Só porque amo, amor, você.."

"Ainda bem que você vive comigo. Porque senão, como seria essa vida? Sei lá... sei lá.."

"Olhe aqui, preste atenção, essa é a nossa canção. Vou cantá-la seja aonde for, para nunca esquecer do nosso amor.. do nosso amor.."

"Avião sem asa, fogueira sem brasa... sou eu assim sem você. Futebol sem bola, Piu-Piu sem Frajola, sou eu assim sem você.."

"Se eu não te amasse tanto assim, talvez não visse flores por onde eu vim... dentro do meu coração..."

Quando é cantada ou recitada baixinho, só pra mim, tem um som diferente. Diferente, primeiro porque vem de você. Segundo, porque deixa de ser apenas uma letra. Traz consigo o sentimento mais lindo do mundo. Traz o cuidado, o querer bem. Traz o calor, a docura... e o olhar assim, em forma de agradecimento, em seu silêncio, diz: Eu te amo!

Nenhum comentário: